TERMO DE REFERENCIA – GA-012/2017- Encerrado

galpaoDEFINIÇÕES, SIGLAS E CONCEITOS

HISTÓRICO

OBJETIVOS DO PROGRAMA

OBJETIVOS DA CONSULTORIA

CARACTERÍSTICAS DA CONSULTORIA

ESCOPO DOS SERVIÇOS

PRODUTOS

PRAZO DE EXECUÇÃO

FORMA DE APRESENTAÇÃO

DIREITOS AUTORAIS

CUSTOS CONFORME ORÇAMENTO DO PROGRAMA

FORMA DE PAGAMENTO

QUALIFICAÇÃO DA EQUIPE TÉCNICA NECESSÁRIA

 

 DEFINIÇÕES, SIGLAS E CONCEITOS

 

 

BID/FUMIN Banco Interamericano de Desenvolvimento – Fundo multilateral de Investimentos
Escalamento Maior alcance da aplicação do método
GA Galpão Aplauso
Instrutores Profissionais de nível técnico responsável pelas oficinas técnicas.
ISB Instituto Stimulu Brasil
Monitores Ex-alunos formados pelo Galpão Aplauso que irão auxiliar os instrutores nas oficinas.
Multiplicação Execução do método pelo Galpão Aplauso
OVE/BID Office of Evaluation and Oversight – BID
Replicação Criação de outro Galpão Aplauso em outro local (filial)
TDR Termos de Referencia
Transferência Transferência de conhecimento para outras unidades executoras

 

HISTÓRICO

1.1   O ISB – Instituto Stimulu Brasil/Galpão Aplauso é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, nascida em 2004. Criada para viabilizar programas, projetos e ações sociais cujos beneficiados são jovens de 17 a 29 anos, todos moradores de bairros de baixa renda.

 

1.2  Desde sua criação, o Galpão Aplauso atua na área de geração de renda e oportunidade de trabalho, buscando melhorar a situação socioeconômica de jovens de comunidades pobres da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, por meio de capacitações para inserção no mercado de trabalho, particularmente, na cadeia produtiva da indústria.

 

1.3   No ano de 2009 o ISB/Galpão Aplauso passou a ser financiado pelo BID/FUMIN – Banco Interamericano de Desenvolvimento e também por outros parceiros para pesquisar, estudar e consolidar um “Método de Educação para o Emprego”. Esse método tem como objetivo construir uma ponte entre os jovens pobres (mundo da oralidade, do socialmente afetivo) e o mercado de trabalho (mundo da escrita, do socialmente racional) para que, em curto espaço de tempo e a baixo custo, eleve-se o índice de empregabilidade e garanta a permanência no emprego, agregando valor para os jovens e suas famílias, para as empresas contratantes e, por sua vez, para a sociedade como um todo.

 

1.4  Mais de 10 mil jovens já passaram pelo Galpão Aplauso, moradores em mais de 500 comunidades da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

 

1.5  O diferencial para outros projetos profissionalizantes é a consolidação do “Método de Educação para o Emprego” que inova ao alterar a métrica praticada em cursos de qualificação. No lugar de focar seus objetivos/resultados na quantidade da emissão de certificados, o trabalho desenvolvido atualmente tem na empregabilidade o seu maior propósito (método e conteúdo).

 

1.6   O método concilia o reforço escolar, o instrumento socioafetivo, sociocultural e ético ao desempenho técnico, reproduzindo vivências e refletindo sobre elas. O conteúdo trabalha a transformação educacional da trajetória da casa, uma cultura afetiva e comportamental (mundo socialmente afetivo) para a cultura do empregador, um ciclo motivacional da rua (mundo socialmente racional).

 

1.7   Os resultados alcançados pela utilização do Modelo Galpão Aplauso revelam a eficácia da metodologia aplicada. O índice de empregabilidade do Galpão Aplauso é de 52% após seis meses de formados e 84% após doze meses de conclusão do curso.

 

1.8   Em 2014, o conceituado Office of Evaluation and Oversight (OVE/BID) publicou uma avaliação de impacto, resultado de três anos de monitoramento e acompanhamento do projeto de qualificação profissional do Galpão Aplauso.

 

1.9   Nesta avaliação foram constatados que o impacto econômico do Galpão Aplauso ocorre no aumento da taxa de emprego e no aumento no rendimento mensal para os jovens que já trabalham. Portanto, os jovens que passaram pelo método obtiveram um incremento na empregabilidade de 21,3% comparativamente a empregabilidade dos mesmos antes de ingressarem ao projeto, representando uma variação percentual de 64,5%. E com relação a renda mensal, também se obteve um incremento de 23,6% relativamente a renda do jovem na entrada do projeto, representando uma variação percentual de 46,2%. Para mais informações acesse aplauso.art.br

 

1.10   Outra importante revelação foi o dado de que a cada 5,3 milhões de reais aplicados no Método Galpão Aplauso, são produzidos 10,9 milhões de reais na economia local onde esses jovens circulam.

 

1.11   Esses significativos resultados renderam ao Galpão Aplauso o prêmio do Tesouro Americano na categoria de Inovação em Educação do ano de 2013.

 

 

                                   OBJETIVOS DO PROGRAMA

 

2.1    O objetivo geral do Programa, é melhorar a situação socioeconômica de jovens de comunidades de baixa renda por meio de capacitação para inserção no mercado de trabalho das cadeias produtivas de indústria, comércio e serviço, contribuindo para sua inclusão social.

 

2.2  O objetivo específico, é consolidar o modelo Galpão Aplauso de capacitação e inserção no mercado de trabalho para que possa ser escalonado e utilizado em outras cadeias produtivas, visando alcançar maior número de jovens capacitados, com habilidades que lhes permitam obter empregos de qualidade para  que esses objetivos sejam alcançados serão apoiadas ações e atividades que se dividem em três categorias:

 

2.2.1      Fortalecimento da capacidade instalada do GA por meio da preparação da equipe e a sistematização da metodologia, de forma que possa ser transferida para organizações interessadas em aplica-las;

 

2.2.2      Transferência e o Escalamento do modelo GA em distintos contextos e políticas públicas. O ISB deverá escalar o modelo em três localidades diferentes.

 

2.3.3      Desenvolvimento de materiais para a divulgação do método (Kits educacionais) e implantação de uma estratégia de comunicação que ofereça visibilidade ao programa. Espera-se também a realização de estudos de caso que reflitam a experiência obtida durante a implantação do modelo GA.

 

                          OBJETIVOS DA CONSULTORIA

 

3.1 Contratação de profissional com experiência em coordenação de projetos afim de fortalecer a equipe técnica do Instituto Stimulu Brasil para o desenvolvimento dos vários projetos existentes. Esse profissional deverá participar do processo de desenvolvimento de estratégias de avaliação e indicadores para o monitoramento do projeto, produzir conteúdo de referência e consolidar instrumentos que apoiem as ações do projeto.

Deverá também sistematizar textos conceituais e relatórios, assim como definir, em conjunto com a Coordenação do projeto, as estratégias para novas ações.

 

                        CARACTERÍSTICAS DA CONSULTORIA

 

4.1          considerando-se os desafios e a complexidade do Programa no que se refere à transferência e o escalamento de um modelo, desde sua aplicação em um contexto específico até sua implantação em uma escala maior, em contextos diferentes, espera-se contratar consultor que apresente experiência em coordenação de trabalhos no Terceiro Setor;

 

4.2          O trabalho deverá ser executado em estreita sintonia com os conceitos e valores do Instituto Stimulu Brasil/Galpão Aplauso utilizados na implementação do projeto;

 

4.3          para o desenvolvimento do trabalho espera-se que a consultoria:

4.3.1      interaja com a equipe de execução do Programa, com a Consultoria de Monitoramento e Avaliação e com a de Sistematização;

4.3.2      identifique os   desafios a serem enfrentados pela equipe do Galpão Aplauso no que tange à interação com os jovens;

                               ESCOPO DOS SERVIÇOS

 

5.1   Coordenar e gerenciar equipe de projetos;

Coordenar e produzir relatórios técnicos;

Coordenar reuniões periódicas de acompanhamento com a equipe técnica;

Promover ações de interação entre as áreas que compõem o projeto;

Representar o projeto em atividades externas.

 

                                     PRAZO DE EXECUÇÃO

6.1   o prazo dos serviços é de 12 meses.

 

 

                                      DIREITOS AUTORAIS

7.1       Os conteúdo dos materiais produzidos não poderão ser divulgados a quaisquer terceiros sem a autorização prévia, expressa e por escrito da contratante.

7.2       Todos os produtos desenvolvidos durante a realização deste trabalho serão de propriedade do Instituto Stimulu Brasil.

7.3       Deverá ser solicitada a autorização da contratante para a publicação e reprodução de materiais bibliográficos na forma de artigos, trabalhos acadêmicos, para congressos e eventos científicos, entre outros, produzidos a partir de informações e materiais resultantes deste Termo de Referência.

 

                                   CONDIÇÕES E FORMA PAGAMENTO

 

8.1       O CONTRATADO deverá apresentar a nota fiscal de serviços para que seja efetuado o pagamento, em até 10 (dez) dias, em conta corrente de titularidade do CONTRATADO.

 

8.2       O CONTRATANTE deverá autorizar previamente ao CONTRATADO a emissão de Notas Fiscais, por meio da aprovação dos produtos entregues no período em questão.

 

                                          QUALIFICAÇÃO  NECESSÁRIA

9.1       O CONTRATADO deverá comprovar experiência para a execução dos serviços, que conte com no mínimo:

12.1.1  5 anos de experiência em trabalhos com o Terceiro Setor;

12.1.2  amplo conhecimento acerca dos conceitos utilizados na implementação do projeto e na Instituição;

12.1.3  conhecimento de avaliação e acompanhamento de projetos;

12.1.4   domínio de informática (pacote office e internet);

12.1.5   disponibilidade para viagens

 

                                MÉTODO DE SELEÇÃO

10.1     O método de seleção é o de Sistema Baseado nas Qualificações dos Consultores (SQC)  (Norma GN-2350-9 – “Políticas para seleção e contratação de consultores financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento”- itens 3.7 pag 21).

10.2     Deverão ser submetidos à apreciação da Contratante, documentos que comprovem experiência da proponente tais como: Portfólio de trabalhos executados, atestados e/ou outros documentos que contribuam para o conhecimento da qualidade do trabalho desenvolvido pela empresa;

10.3 O ISB solicitará entrevistas de avaliação com os proponentes.

 

                   OBSERVAÇÕES ADICIONAIS

 

11           Este Termo de Referência deverá ser parte integrante do contrato a ser firmado com o prestador de serviço.